Andre Ferezini

bio

Andre Ferezini começou sua carreira de diretor realizando documentários. Depois, migrou para a publicidade, tornando-se especialista no outro oposto: filmes de ficção com atores, que combinam filmagem em set e recursos de pós-produção com tratamento realista. O resultado são peças que causam um sobressalto no espectador, que fica por vezes sem saber como as imagens foram produzidas.

Em seu portfólio, Ferezini tem um leque de filmes que exigem uma construção complexa de cenas: acidentes de carro, de moto, cenários digitais integrados a direção de arte no set, personagens feitos em computação gráfica e recursos de composição e 3D, usados de forma narrativa.

Além da atuação na publicidade, é reconhecido internacionalmente pelo seu trabalho autoral, que envolve a documentação de subculturas, seu objeto de estudo mais pessoal. Dentre suas obras, destaca-se "Jun Matsui", um curta-metragem cinematográfico sobre o tatuador nipo-brasileiro, lançado em Londres, São Paulo, Nova York, San Francisco, Los Angeles e Tóquio, entre outras cidades.